Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Em MT, 21 municípios são monitorados pela Defesa Civil após prejuízos causados pelas chuvas

Em Poconé e Mirassol D'Oeste, comunidades estão isoladas porque a chuva danificou pontes e bloqueou estradas. Em Guarantã do Norte, 31 famílias tiveram as casas invadidas pela água. Chuvas intensas deixam municípios em estado de alerta Em Mato Grosso, 21 municípios estão sendo monitorados pela Defesa Civil após registrarem prejuízos causados pelas chuvas constantes registradas desde o início deste ano. Os municípios de Poconé e Mirassol D'Oeste, a 104 km e 329 km de Cuiabá, respectivamente, foram os primeiros a decretarem situação de emergência no estado. Nesses locais, comunidades estão isoladas porque a chuva danificou pontes e bloqueou estradas. E a previsão é de que as chuvas intensas sigam em todo estado até o dia 15 de março. Segundo a Defesa Civil, em Cuiabá, na sexta-feira (23), choveu 40 milímetros em apenas uma hora, o que resultou em alagamentos em vários pontos da cidade. No entanto, a preocupação maior do órgão é com os municípios do interior, que não possuem estrutura para atender às demandas em casos de situações de emergência. Em Guarantã do Norte, famílias tiveram as casas invadidas pela água e prefeitura decretou situação de emergência Defesa Civil/Divulgação Em Guarantã do Norte, por exemplo, choveu 140 milímetros em cinco horas, na última quarta-feira (21), o que representa metade da média mensal. Ao todo, 31 famílias tiveram as casas invadidas pela água. Diante dos prejuízos, a prefeituta decretou situação de emergência no município na última quinta-feira (22). Segundo a administração municipal, o acúmulo de água dos últimos 20 dias resultou em estragos como transbodamento de um córrego e alagamentos em diversos bairros.
Sun, 25 Feb 2018 16:17:28 -0000
Sindicato ligado ao setor de moda em Divinópolis tem expectativa otimista de vendas para 2018

Presidente do Sinvesd justifica previsão devido aos números de janeiro e diante da captação de recursos por meio da lei que regulamentou polo na região. Setor espera melhorias nas vendas em 2018 Reprodução/TV Integração Se 2016 apresentou um cenário ruim para as vendas, a reação de 2017 pode se confirmar neste ano para o setor confeccionista que compõe o Polo da Moda de Divinópolis, com a participação de outras 18 cidades. O Sindicato das Indústrias dos Vestuário de Divinópolis (Sinvesd) espera que as vendas e a cadeia produtiva sejam alavancadas em 2018. A expectativa é sustentada pelos números do setor em janeiro, além das feiras, da criação da loja virtual e da captação de recursos por meio da lei que regulamentou o polo da moda na região. O sindicato prevê ainda a formalização da mão de obra e cobra a implantação do Centro Industrial do Vestuários. Otimismo para 2018 Segundo o presidente do Sinvesd, Marcelo Marcos Ribeiro, mesmo com os números ruins do setor em Minas Gerais, as empresas da região foram as que tiveram os melhores números de 2017. “O setor teve problemas em Minas Gerais inteiro e o polo de Divinópolis foi o que mais destacou e teve o melhor resultado. O ano de 2016 foi terrível, 2017 houve uma melhora e para 2018 a expectativa é que seja bem melhor quanto às vendas e aumentar a cadeia produtiva”, destacou. Um dos sinais de que 2018 poderá ser um ano positivo para o setor são os números do mês de janeiro, que segundo Marcelo Ribeiro, apresentou crescimento em relação ao mesmo período no ano passado. Outro motivo são os incrementos nos canais de venda, como a loja virtual. "O mês de janeiro desde ano foi bem melhor que em 2017. Apresentou um crescimento de 22% relacionado ao ano passado. Parece que o setor em Divinópolis acordou. Ficamos mortos durante cerca de 10 anos, parados, praticando o mesmo tipo de venda, esperando os compradores virem. Hoje em dia fazemos muitas ações, vamos atrás dos clientes, temos uma loja virtual que é uma inovação", disse. Outro motivo para sustentar esta expectativa foi a instituição da lei, sancionada pelo governador Fernando Pimentel no dia 12 de janeiro deste ano, que cria o Polo da Moda de Divinópolis. Além de Divinópolis, integram o polo as cidades de Aguanil, Araújos, Arcos, Campo Belo, Candeias, Carmo da Mata, Carmo do Cajuru, Carmópolis de Minas, Cristais, Igaratinga, Itaúna, Itapecerica, Nova Serrana, Oliveira, Pains, Perdigão, São Sebastião do Oeste e Pedra do Indaiá. A lei, para o presidente do Sinvesd, foi essencial para a captação de recursos e melhorias no setor como a celebração de convênios e verbas para qualificação das empresas e de mão de obra, entre outros benefícios. “Poderemos receber verbas de emendas parlamentares. Isso tudo somado a união com as outras cidades que compõem o Polo. Passamos a ter uma visibilidade maior. Durante muitos anos tínhamos a referência de ser polo da moda, mas não era oficial, era verbalmente. Hoje para o estado, Divinópolis é o polo da moda. A gente tem algumas propostas como uma feira de pronta entrega, porque o Minas Veste Brasil (MVB) é por meio de pedidos”, informou Ribeiro. Minas Veste Brasil 26 empresas irão expor modelos da moda feminina, masculina e plus size, além de acessórios MVB/Divulgação Entre os dias 9 e 10 de março será realizada a 8ª edição do Minas Veste Brasil (MVB), com os lançamentos da coleção Outono/Inverno 2018. O evento, promovido pelo Sinvesd, em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) será realizado pela primeira vez fora de Minas Gerais. A cidade escolhida foi João Pessoa, na Paraíba. Segundo o Sinvesd, a feira contará com 26 empresas que irão expor modelos da moda feminina, masculina e plus size, além de acessórios. “A Feira que nós fizemos em Divinópolis no ano passado foi muito positiva. O dinheiro que eu tinha para fazer o evento, não dava para fazer aqui e como os nossos maiores compradores estão na região da Paraíba e Rio Grande do Norte, resolvemos fazer o evento lá, mas nos dias 17 e 18 de agosto vamos realizar a feira em Divinópolis”, revelou Marcelo. De acordo com o presidente do Sindicato, é esperado para esta edição a venda de 20 mil peças movimentando cerca de R$ 1,5 milhão e promovendo um encontro entre expositores e compradores. Formalização da mão de obra Contratações deverão aumentar em 2018 Reprodução/TV Integração Para aumentar as vendas é necessário também aumentar a produção com qualidade, o que significa garantir a qualificação da mão de obra que faz parte da cadeia produtiva. Devido à crise financeira nos últimos anos, Marcelo Ribeiro, revela que muitos empresários terceirizaram a mão de obra, mas acredita na contratação de profissionais neste ano. “Alguns empresários estão retomando a fabricação dentro das empresas, para ter a formalidade trabalhista e tirar os trabalhadores da informalidade. Com esta informalidade, o empresário perde em produção, perde em qualidade e o trabalhador perde direitos. Ela foi fomentada pela crise que atravessamos. Foi uma necessidade. Nossa expectativa é de contratação para 2018”, disse. O G1 tentou contato, por telefone e e-mail, com o presidente do Sindicato das Costureiras de Divinópolis (Soac) para falar sobre a mão de obra na cidade, mas não obtivemos retorno até a publicação desta matéria. Centro Industrial do Vestuário Um dos objetivos do Sinvesd, que pode ter um papel importante no incremento das vendas e da cadeia produtiva no setor, é a implantação do Centro Industrial do Vestuários, que faria com que as empresas do setor ficassem em uma mesma região, mas existem entraves tem dificultado a implantação do projeto. O terreno existe, mas falta boa vontade política, segundo Marcelo. De acordo com o presidente, o terreno que pertence ao estado foi repassado para Divinópolis, e, inicialmente, foi doado para um grupo de empresários que teria cinco anos para começar a construção. O tempo expirou e as melhorias não foram realizadas. Com isso, o terreno teria que voltar para o estado, mas ainda continua com a Prefeitura. “O terreno ainda está no nome da Prefeitura. É só ir até o governador, apresentar um novo projeto e refazer o convênio por meio do Sinvesd. Mas sentimos que por questões políticas não querem dar andamento, então é melhor afastar e evitar se desgastar. Graças a incompetência da Prefeitura tudo está indo por água abaixo. O projeto não anda, o executivo municipal não tem empenho. O Sinvesd está aberto para quando o município quiser conversar, mas seria muito importante para a gente o Centro Industrial voltado para o polo da moda”, desabafou. Em nota, a assessoria de comunicação da Prefeitura informou ao G1 que o terreno está de posse do município e que após reuniões com o governo do estado, a Prefeitura aguarda projeto de Lei na Assembleia Legislativa de Minas (ALMG) com objetivo de regularizar a doação para terceiros e também a dilação do prazo para construção. A assessoria ainda destacou que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico realiza estudo para o fomento da economia com foco na indústria do vestuário.
Sun, 25 Feb 2018 16:15:46 -0000
Detentos fazem buraco na parede e usam lençóis para fugir do Presídio de Passos, MG

Fuga aconteceu entre 21h e 21h30; presos estavam todos com o uniforme vermelho da Suap. Detentos fugiram do Presídio de Passos Reprodução EPTV Uma fuga de detentos foi registrada no presídio de Passos (MG) na noite deste sábado (24). De acordo com o boletim de ocorrências da Polícia Militar, seis homens escaparam do local. Ainda conforme o registro, a PM foi acionada pelos próprios agentes penitenciários pouco depois de meia noite, mas a fuga teria acontecido entre 21h e 21h30. Os detentos fizeram um buraco na parede da cela para sair em outra área do presídio. Depois eles usaram uma corda de lençóis para passar pelo muro e escapar. Na hora da fuga, os detentos estavam usando os uniformes vermelhos do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap) e com os cabelos raspados. Até esta publicação, ninguém havia sido preso novamente. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Sun, 25 Feb 2018 16:14:42 -0000
Confira as vagas de emprego do Sine Macapá para 26 de fevereiro

Há oportunidades para açaizeiro, cozinheiro, costureira, estoquista e pintor de automóveis. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine oferta uma vaga para açaizeiro João Gomes / Divulgação Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Açaizeiro – 2 vagas Auxiliar de cozinha – 1 vaga Auxiliar de escritório – 1 vaga Chefe de cozinha – 1 vaga Costureira – 1 vaga Estoquista – 1 vaga Instalador e reparador de linhas de equipamentos e linhas telefônicas – 1 vaga Nutricionista – 1 vaga Pintor de automóveis – 1 vaga Vendedor interno – 4 vagas Vendedor de consórcio – 1 vaga Supervisor de vendas – 1 vaga Supervisor de cozinha – 1 vaga Técnico em nutrição – 1 vaga Pessoas com deficiência (PCD) Auxiliar de cozinha – 1 vaga
Sun, 25 Feb 2018 16:12:32 -0000
Cargos técnicos são os mais difíceis de serem preenchidos no Sine de Uberlândia

G1 solicitou dados do Estado e listou as vagas que mais ficaram abertas em 2017 e também os cargos que mais empregaram. Mais de 3 mil vagas de emprego não foram preenchidas no Sine de Uberlândia em 2017 Gabriel Costa/G1 A maior cidade do Triângulo Mineiro foi a oitava do país que mais criou empregos em 2017. Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 99 mil pessoas foram contratadas em Uberlândia no ano passado e 96.825 foram demitidas. Mas ao mesmo tempo que os dados são positivos, eles também mostram uma realidade: a carência de profissionais na área técnica. Isso porque segundo o Sistema Nacional de Emprego (Sine), o município terminou o ano passado com mais de três mil vagas em aberto neste quesito. Já as vagas mais bem preenchidas ficam por conta dos setores de serviços, seguido de comércio e agropecuária. Topografia é utilizada durante todo o processo de uma obra e topógrafo está entre as profissões mais difíceis de preencher em Uberlândia Reprodução/TV Gazeta O G1 solicitou dados da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) para saber quais são os dez cargos mais difíceis de serem preenchidos em Uberlândia e, entre eles, estão os de produção, operadores e técnicos de manutenção. "Vagas com conhecimento muito específico são sempre as mais delicadas para preencher, assim também como não são de grande oferta. Muitas vezes o empregador busca esses profissionais até fora do Sine, indo em escolas específicas, pois têm um mercado mais restrito nessas ocasiões", comentou o especialista em políticas públicas e gestão governamental, Marcel Cardoso Ferreira de Souza. As 10 vagas mais difícies de preencher no Sine de Uberlândia em 2017 Vagas mais preenchidas A reportagem também procurou quais são as vagas que mais são preenchidas na cidade. Os dados da Sedese mostram, ainda, que só de operadores de telemarketing foram preenchidas 5.333 vagas entre 2015 e 2017 em Uberlândia. O especialista em políticas públicas e gestão governamental disse que o perfil da maior parte desses trabalhadores é composto de mulheres jovens, no primeiro emprego, com ensino médio completo cursado em escola pública. Já as principais funções do setor de contact center são: operador, auditor, monitor, supervisor, coordenador de atendimento, gerente operacional, gerente de cobrança, gerente comercial e gerente de tecnologia. Vagas de telemarketing são as mais frequentes em Uberlândia Fabio Tito/G1 As 10 vagas mais preenchidas pelo Sine em Uberlândia em 2017 Dados mostram que emprego formal com mais de 50 anos não é tarefa fácil em Uberlândia Jade Castilho Faixa etária O levantamento da Sedese ainda mostra que conseguir uma vaga formal de emprego com mais de 50 anos não é tarefa fácil em Uberlândia. As oportunidades estão concentradas para aqueles que têm de 18 a 24 anos e 30 a 39 anos. Para Marcel Cardoso, isso aponta uma tendência do mercado. "Um jovem às vezes procura profissões que não precisam de experiência e nem habilidade específica. Além disso, essas vagas têm maior rotatividade. A partir de 25 anos o empregado já tem um outro perfil e é mais preocupado com a faixa salarial. Agora, com mais de 65 anos há uma baixa significativa de oferta e procura, o que fica evidente nos dados do Sine", finalizou. Idade x emprego em 2017 em Uberlândia
Sun, 25 Feb 2018 16:11:14 -0000
'Reverbo' vai contar com Almério, PC Silva, Valdir Santos e Isabela Moraes em Caruaru

Evento marca um encontro da música autoral pernambucana em uma performance coletiva. Terceira edição será realizada no dia 10 de março no teatro Rui Limeira Rosal. Cantor Almério é um dos idealizadores do evento Julio Freitas/Divulgação Será realizado no dia 10 de março a terceira edição do 'Reverbo'. O evento marca um encontro da música autoral pernambucana em uma performance coletiva. As apresentações serão realizadas no teatro Rui Limeira Rosal (teatro do Sesc), a partir das 21h. Os ingressos antecipados custam R$ 30. De acordo com a organização, o show é pautado pelo encontro e traz um repertório que "conta um pouco de cada músico, um desejo de se fazer ouvir, transformando o palco em uma varanda que ecoa reverberando o que há de mais autêntico na música de Pernambuco". O desejo de reunir canções e poesias partiu do músico e compositor Juliano Holanda e do cantor Almério. Além deles, também foram confirmados nesta edição Martins, Marcelo Rangel, Jr. Black, Isabela Moraes, Gabi Da Pele Preta, Vinicius Barros, Mayra Clara, Agda Moura, PC Silva, Alexandre Revoredo, Valdir Santos e Rogéria Dera. Serviço Reverbo Data: dia 10 de março Local: Teatro do Rui Limeira Rosal (Sesc) Horário: a partir das 21h Ingressos: R$ 30 antecipados na Banca 3º Mundo
Sun, 25 Feb 2018 16:10:52 -0000
Jovem é assassinado a tiros na Zona Leste de Porto Velho

Peritos encontraram três perfurações na cabeça da vítima. Suspeitos fugiram e não foram encontrados. Caso será investigado pela Delegacia de Homicídios, em Porto Velho Toni Francis/G1 Um jovem de 18 anos foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (25), no Bairro Ulisses Guimarães, Zona Leste de Porto Velho. Conforme o boletim de ocorrência, os peritos encontraram três perfurações na cabeça da vítima. Os suspeitos fugiram e não foram encontrados. De acordo com o boletim de ocorrência, duas testemunhas contaram que a vítima estava em uma residência com elas, quando dois homens chegaram e pediram para ele sair. O jovem disse que não queria sair, mas foi obrigado pelos suspeitos após ser agredido com socos e coronhadas. Os homens questionaram o jovem sobre onde estaria o comparsa dele, mas a vítima disse que não sabia onde a pessoa estava. Após o questionamento, um dos suspeitos efetuou quatro disparos e, em seguida, fugiu com o comparsa. A Polícia Militar (PM) foi acionada e informada que uma pessoa havia sido baleada. Após a chegada dos militares, eles acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando os paramédicos chegaram ao local, constataram que o jovem já havia morrido. A perícia técnica foi acionada, e os peritos encontraram no corpo da vítima três perfurações na cabeça. Após o trabalho dos peritos, o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo do jovem. A PM constatou ainda que o jovem assassinado possuía passagens pelo sistema prisional e que estava sendo monitorado. Uma tornozeleira eletrônica rompida foi encontrada no local do crime. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.
Sun, 25 Feb 2018 16:10:11 -0000
Policial rodoviário morre em troca de tiros com policiais militares no Ceará

Policiais militares do Raio receberam denúncia de um homem armado à margem de rodovia, que trocou tiro com a equipe. Policial rodoviário foi morto a tiros por policiais militares no Ceará Reprodução Um sargento da Polícia Rodoviária Estadual do Ceará foi morto por policiais do Batalhão de Policiamento do Raio, grupo da Polícia Militar do Estado, em uma troca de tiros em Caucaia, na Grande Fortaleza, na noite deste sábado (24). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Ceará, policiais do Raio receberam a denúncia de que um homem estava armado, às margens da BR-020, e se dirigiram ao local, no Bairro Nova Metrópole. No local, conforme os policiais do Raio, o Policial Rodoviário Francisco Wagner Alves Araújo, de 44 anos, atirou contra a equipe, que revidou e atingiu o homem. Ele morreu no local. Após os disparos, os policiais checaram a documentação e identificaram a vítima como Francisco Wagner como um policial rodoviário do Ceará.
Sun, 25 Feb 2018 16:08:25 -0000
Homem é encontrado morto com marcas de tiros em Bauru 

Corpo foi localizado próximo a lagoa da Quinta da Bela Olinda. Esse foi o primeiro caso de homicídio registrado na cidade em 2018.  A Polícia Civil investiga o primeiro caso de homicídio registrado em Bauru (SP) neste ano. A vítima, um jovem que aparentava ter entre 18 e 25 anos, foi encontrada com marcas de tiros na região próxima à lagoa da Quinta da Bela Olinda no sábado (24). O corpo foi encaminhado para o IML e o local foi isolado para o trabalho da perícia. Nenhum suspeito foi identificado e o caso segue em investigação. Corpo foi encontrado em uma rua de terra próxima a lagoa da Quinta da Bela Olinda Arquivo/ TV TEM/ Reprodução Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.
Sun, 25 Feb 2018 16:08:20 -0000
Sine oferece 20 vagas de emprego em Manaus; veja oportunidades

Maior número de vagas desta segunda-feira é para o posto da Cidade Nova. Carteira de Trabalho Gabriel Costa/G1 Postos do Sine Manaus irão selecionar candidatos a 20 vagas de emprego, nesta segunda-feira (26), a partir das 8h. Os postos ficam localizados na Ouvidoria Municipal, no bairro Praça 14, Zona Sul, e no Shopping Phelippe Daou, em frente ao Terminal 4 da Cidade Nova, Zona Norte. Os interessados devem levar os seguintes documentos: RG CPF PIS Carteira de Trabalho (CTPS) comprovante de escolaridade comprovante de residência e certificado de reservista (para homens). Se a vaga exigir habilidades específicas é importante levar comprovação, como certificados, diplomas ou outros documentos. Confira as vagas POSTO SINE MANAUS OUVIDORIA/PROCON ASSISTENTE FINANCEIRO (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo ou Superior Completo na área de atuação; EXPERIÊNCIA: seis meses comprovada na CTPS, na função descrita. Controle de contas a pagar e receber, noções em departamento de pessoal e tudo que faz parte do setor financeiro. Desejável conhecimento de informática.  ASSISTENTE FISCAL (1) ESCOLARIDADE: cursando Ensino Superior  (Administração, Contabilidade); EXPERIÊNCIA: conhecimento mínimo em legislação municipal, gissonline. Fazer classificação de notas referentes à compra de mercadorias para revenda, remessa para concertos, notas referentes a bonificações; alimentar as configurações tributárias de novos produtos no Linux, emitir notas de devolução de compra e anulação, remessas.  POSTO SINE MANAUS SHOPPING PHELIPPE DAOU - T4 COSTUREIRO (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo; EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: experiência com enxoval de bebê.  COBRADOR EXTERNO (5) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: experiência interna ou externa com cobrança, recuperação de dívidas e negociação. Possuir CNH categoria "A" ou "AB". Conhecimento de informática básica. Total disponibilidade de horário.  VENDEDOR INTERNO (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: necessário ter experiência com vendas de mármore e granitos.  VENDEDOR EXTERNO (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: experiência mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: necessário ter experiência como vendedor externo que saiba tirar medida, com experiência comprovada em mármore e granito. Ter condução própria. MECÂNICO DE AUTOMÓVEIS (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: necessário ter experiência com carro pequeno a gasolina.  ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS (1) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: necessário ter experiência com carro pequeno a gasolina.  RECEPCIONISTA (2) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: obrigatório ter curso de informática.  INSTALADOR DE BEBEDOURO (2) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS: ser proativo e comunicativo, conhecer as zonas da cidade. Ter CNH categoria A/B é requisito obrigatório.  ATENDENTE DE CALL CENTER (2) ESCOLARIDADE: Ensino Médio Completo EXPERIÊNCIA: experiência mínima de 6 meses comprovada na CTPS; REQUISITOS: ser proativo, comunicativo; ter curso de digitação é requisito obrigatório.  ANALISTA FISCAL (2) ESCOLARIDADE: Superior completo em Administração, Contabilidade ou áreas afins. EXPERIÊNCIA: mínima 6 meses comprovada na CTPS. REQUISITOS OBRIGATÓRIOS: Superior completo em Administração, contabilidade ou áreas afins. Ter domínio em Entradas de Notas Fiscais e Faturamentos, Apuração de impostos e envio de declarações mensais, manutenção dos documentos fiscais e administrativos em ordem.
Sun, 25 Feb 2018 16:08:14 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright © 2016 Oscar WiFi